O acolhedor Bairro Azul

image


Construído nos anos 30 do século XX, e posteriormente ampliado na década de 60, o Bairro Azul, foi assim denominado devido à cor das persianas dos prédios e dos gradeamentos todos azuis à época da sua edificação (entretanto, algumas caixilharias foram adulteradas e a cor azul desapareceu em algumas delas).

Classificado como Conjunto de Interesse Municipal desde 2011, o Bairro Azul caracteriza-se pela sua linguagem Art Déco em edifícios habitacionais para alta burguesia, destacando-se a unidade e homogeneidade alcançada. O conjunto constitui um elemento de referência do património arquitectónico da cidade de Lisboa, pois além de constituir um testemunho de modernidade, trata-se de um bairro de construção emblemática, mantendo ao longo dos tempos, os valores originais.

image


image


image


image


A composição do Bairro é delineada por três diferentes ruas – Rua Fialho de Almeida, Avenida Ressano Garcia, e Avenida Ramalho Ortigão -, paralelas entre si e separadas por prédios de gaveto. Sem a cooperação de arquitectos, o bairro foi edificado por construtores e engenheiros civis, destacando-se A. J. Ávila Amaral.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s